Pacote Anticrime. “Naturalizamos violências radicais em favor de uma senha de ocasião”. Entrevista especial com Augusto Jobim do Amaral

O projeto anticrime do governo federal, que visa enfrentar a corrupção, o crime organizado e crimes violentos, “é demagógico e principalmente irresponsável, pois vai na direção de uma panaceia: insiste nos mesmos problemas de sempre, que são a punição a todo custo, o aumento de penas, a aceleração de processos e, sobretudo, a flexibilização de garantias. É exatamente o que vem se fazendo há muito … Continuar lendo Pacote Anticrime. “Naturalizamos violências radicais em favor de uma senha de ocasião”. Entrevista especial com Augusto Jobim do Amaral

A “mediocracia brasileira” e o Brasil que não hesita em resistir

“Quase tudo o que é sério é difícil; e quase tudo é sério”, já dizia Rilke. Este alerta talvez nunca tenha servido tanto ao Brasil quanto nos tempos atuais. Mas não desistir de pensá-lo é uma obrigação. A sucessão vertiginosa de acontecimentos perversos impede quase que por completo o fôlego da reflexão. A destruição diária tem tornado difícil preservar a lucidez. O festival de besteiras que assola o … Continuar lendo A “mediocracia brasileira” e o Brasil que não hesita em resistir

Uma política das lutas em tempos de pandemia

A espera demorada na farmácia, a fila para entrar no supermercado, são algumas das experiências que se normalizaram nos últimos dias, suficientes para termos uma ideia de como a propagação do coronavírus está a transformar a nossa sociedade. Na verdade, em muitos aspectos são tendências de longo curso, exponenciadas pela epidemia e pelas medidas que o Governo [italiano] tem tomado: décadas de política do medo … Continuar lendo Uma política das lutas em tempos de pandemia

Pandemia à espanhola: reflexões de um brasileiro confinado

Há pouco tempo a Espanha passou a confinar a população. Estamos encerrados em casa para frear o risco de contágio do coronavírus. Por orientação sanitária e imposição governamental, estamos todos restringindo ao máximo o contato humano. As coisas não vão bem. Hoje morreram 169 pessoas. Na Itália foram mais 427. A quantidade total de mortos é assombrosa. Em ambos os países os falecidos passam de … Continuar lendo Pandemia à espanhola: reflexões de um brasileiro confinado